http://www.fides.org

News

2014-06-14

AMÉRICA/COLÔMBIA - Segundo turno na Colômbia, a Igreja pede diálogo e respeito mútuo

Bogotá (Agência Fides) - Em 15 de junho, a Colômbia escolhe seu novo presidente no segundo turno entre o presidente em fim de mandato, Juan Manuel Santos, e seu adversário, Óscar Iván Zuluaga.
Na primeira rodada Zuluaga obteve 29,2% dos votos, enquanto Juan Manuel Santos 25,6% (veja Fides 3/06/2014). Nas pesquisas os dois candidatos são dados como favoritos.
Neste momento, a Igreja Católica reitera o seu apelo aos eleitores "para participar deste ato cívico muito importante e fazê-lo em constante oração": foi o que disse à Fides, o Secretário-Geral da Conferência Episcopal Colombiana, Dom José Daniel Falla Robles. O Bispo destacou a importância da unidade do país, condenando a polarização.
Em nota enviada à Fides pela Diocese de Neiva, Dom Froilán Tiberio Casas Ortíz, disse que estava "irritado com a falta de respeito mútuo durante a campanha eleitoral": "O país tem de aceitar que há pluralismo. O diálogo é um caminho importante. Deve haver diálogo também com aqueles que são declarados fora da lei. A Colômbia não é uniformidade, é pluralidade". As declarações de Dom Casas Ortíz veio depois de fortes contrastes entre os candidatos presidenciais. "Como cristão e como bispo - concluiu ele – convido a votar: o voto é uma obrigação de consciência. Quem não vota não é responsável".
A população colombiana está dividida entre a ideia de concluir os diálogos de paz em andameno em Cuba, iniciados por Santos, e a proposta de Zuluaga de suspender as negociações, eliminando as FARC com o uso da força. (CE) (Agência Fides, 14/06/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network