http://www.fides.org

News

2014-06-13

ÁFRICA/SUDÃO DO SUL – Apesar do acordo de paz, ainda há alarme pelas contínuas chegadas de refugiados à Etiópia

Juba (Agência Fides) – Mais de 350.000 refugiados do Sudão do Sul podem nos próximos meses chegar às já superlotadas estruturas de acolhimento de Gambella, na Etiópia. É o que afirma um comunicado da Christian Aid recebido pela Agência Fides, segundo o qual, em seus campos de Gambella já foram abrigados 140 mil refugiados sul-sudaneses, e há mais de mil novas chegadas por dia.
A situação nas estruturas etiópicas está se tornando insustentável: faltam víveres e se difundem doenças entre as pessoas hóspedes. Apenas 41% das verbas destinadas à crise do Sudão do Sul chegaram ao local, enquanto o plano de resposta regional para refugiados recebeu apenas 22% das verbas necessárias.
Em 1º de junho, graças à mediação da IGAD, Autoridade intergovernamental para o desenvolvimento, foi alcançado em Addis Abeba um acordo entre o Presidente Salva Kiir e o líder dos rebeldes, Riek Machar. As duas partes se comprometeram em “completar o diálogo para a formação de um governo transitório de unidade nacional em 60 dias, além de fornecer apoio humanitário à população atingida”.
A crise no Sudão do Sul eclodiu em 15 de dezembro e nasceu do conflito entre duas facções rivais no partido no poder, SPLM (Movimento de Libertação do Povo Sudanês), respectivamente apoiadas pelo Presidente Kiir e pelo ex-Vice Presidente Riek Machar. (L.M.) (Agência Fides 13/6/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network