http://www.fides.org

News

2014-06-09

AMÉRICA/COSTA RICA – Mais de 47 mil meninos e meninas explorados para o trabalho infantil

San José (Agência Fides) - Na Costa Rica, o trabalho infantil é absolutamente proibido pela lei até os 15 anos de idade, dos 15 aos 18 devem ser respeitadas normas bem precisas. Atualmente, no país, há muita colaboração e empenho para tentar erradicar a exploração dos menores em trabalhos pesados, como na agricultura ou serviços domésticos. Todavia, são mais difíceis de combater a mendicância ou a venda de objetos nas ruas. Os pequenos são obrigados a trabalhar sem um horário fixo, sem remuneração, sob violência física. As denúncias que são feitas são poucas. Segundo o PANI (Patronato Nacional de la Infancia), todos os anos chegam somente 25, não obstante o fenômeno sejam muito difundido e se contem mais de 47 mil crianças vítimas desse abuso. Segundo os dados do Escritório Internacional do Trabalho, em 2013, em nível mundial, 168 milhões de menores eram trabalhadores; desses, 85 milhões trabalham em atividades de risco. Somente na América Latina, foram registrados cerca de 13 milhões de meninos e meninas explorados. (AP) (9/6/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network