http://www.fides.org

News

2014-05-30

AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS - Nova solicitação dos Bispos aos políticos para que aprovem com urgência a reforma da imigração

Washington (Agência Fides) – O mesmo grupo de Bispos estadunidenses que em 1° de abril passado visitou a fronteira entre o Arizona e o México para recordar as mais de seis mil pessoas que em 15 anos perderam a vida tentando migrar rumo aos Estados Unidos (veja Fides 02/04/2014), se encontra em Washington para pedir a aprovação da reforma migratória que há muitos anos é objeto de discussões entre republicanos e democráticos, sem progressos significativos. Ontem, 29 de maio, depois de celebrar a Missa na igreja próxima ao Capitólio de St. Peter's on Capitol Hill, da qual participaram também alguns políticos, os Bispos foram ao Congresso para encontrar os legisladores de ambas as partes, entre os quais o presidente ("speaker") da Câmera dos Representantes, John Boehner.
"Não se trata de política, se trata de humanidade", disse aos jornalistas Dom Eusebio L. Elizondo Almaguer, M.Sp.S., Bispo auxiliar de Seattle (Washington), nascido no México e Presidente da Comissão para as migrações da Conferência Episcopal Católica dos Estados Unidos (USCCB). Dom Elizondo destacou a necessidade de sensibilizar, de criar uma consciência e "de não desistir", depois de recordar que "todos os dias existem sempre mais famílias divididas por causa das deportações".
A nota enviada a Fides refere também as palavras de Dom Thomas Gerard Wenski, Arcebispo de Miami, o qual diz que o sistema atual "não é sustentável; também porque se trata de uma questão moral, e por isso deve ser reformado".
Em 27 de junho de 2013, o Senado aprovou o projeto de lei S. 744 que prevê a cidadania para os imigrantes sem documentos que chegaram aos Estados Unidos antes de 31 de dezembro de 2011 e que não têm precedentes penais. Todavia, por causa dos desacordos entre democráticos e republicanos, a Câmera ainda não fixou uma data para a discussão em vista da sua aprovação definitiva (veja Fides 13/05/2014). (CE) (Agência Fides, 30/05/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network