http://www.fides.org

News

2014-05-03

ÁSIA/JORDÂNIA - Uma oração especial para a peregrinação do Papa à Terra Santa

Amã (Agência Fides) – “Pai Celeste, tu não te cansas de ser amoroso e misericordioso. O Sucessor de Pedro quer visitar a Terra que é Santa pelo nascimento, batismo, ensinamento, morte e ressurreição de teu Filho. Permanecei com ele, santificai e abençoai-o. Protegei com o manto de tua ternura todos os passos de sua peregrinação entre nós, assim que cada um possa ver nele um peregrino apaixonado, sábio mestre e humilde guia”.
Assim se inicia a oração especial que os católicos da Terra Santa poderão rezar nas três semanas que precedem a visita de Papa Francesco a Jordânia, Palestina e Israel (24-26 de maio), como ato de devoção pessoal e comunitária, para pedir ao Senhor que a peregrinação do Bispo de Roma traga frutos para os cristãos de todo o mundo e pela convivência em todo o Oriente Médio. “Neste mês de maio que a Igreja dedica tradicionalmente à Virgem Maria”, explica à Agência Fides o sacerdote Rifat Bader, diretor do Catholic Centre for Studies and Media, e encarregado da informação da visita papal à Jordânia “com a bênção do Arcebispo Maroun Lahham, sugerimos repetir a oração todos os dias, em todas as paróquias, em todo encontro eclesial e depois da oração do Terço. Será um modo simples e eficaz para nos prepararmos espiritualmente à peregrinação do Papa Francisco, seja à Jordânia como nas três paróquias da Terra Santa”.
A oração confia ao Senhor também a forte intenção ecumênica expressa na peregrinação do Papa Francisco: o Patriarca ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, foi o primeiro a sugerir ao Bispo de Roma uma peregrinação conjunta a Jerusalém, há cinquenta anos do histórico encontro realizado na Cidade santa entre o Papa Paulo VI e o Patriarca ecumênico Atenágoras. “Senhor Jesus Cristo, que rezaste pela unidade da tua Igreja, dizendo ‘que seja uma só coisa’ – é o texto da oração – faz com que o encontro entre o Santo Padre e o Patriarca ecumênico contribua a fazer crescer o nosso empenho pela unidade dos teus filhos”. A oração implora também que os encontros do Papa com as autoridades políticas produzam frutos de justiça e de paz. E pede, sobretudo, que o encontro com o Sucessor de Pedro confirme na fé os filhos da Igreja: “Bom Pastor, que estais na cruz peitoral do Papa Francisco – lê-se na oração –, enquanto caminhamos no espírito de humildade que doaste a ele, reaviva em nós a consciência da nossa identidade cristã, de modo que, como verdadeiros discípulos, nós possamos testemunhar a tua Boa Nova e a tua ressurreição nas nossas igrejas, na nossa sociedade e em todo o mundo, especialmente servindo os fracos, os pobres e os refugiados”. (GV) (Agência Fides 3/5/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network