http://www.fides.org

News

2014-04-26

ÁFRICA/QUÊNIA - Sequestro recorde de heroína ao largo de Mombasa

Nairóbi (Agência Fides) - O sequestro de uma tonelada de heroína ao largo das costas do Quênia por uma unidade militar da Marinha australiana é uma nova prova do incremento do tráfico de drogas que passa pela África oriental. Enquanto a África ocidental é utilizada pelos narcotraficantes latino-americanos como passagem para transportar cocaína à Europa e à América do Norte, as organizações criminosas asiáticas fazem transitar cargos de heroína afegã ao longo das costas da África oriental rumo aos mesmos mercados. Em 23 de abril, a fragata Darwin, da marinha australiana, interceptou um ‘dhow’ (ou sambuco, uma tradicional embarcação à vela triangular) a 27 milhas do porto queniano de Mombasa. A carga de heroína (1.023 kg, equivalentes a 170 milhões de euros) estava escondida em sacos de cimento. Ainda em abril, uma fragata canadense (empenhada, como a australiana, em operações anti-pirataria e anti-terrorismo na área) havia sequestrado 130 kg de heroína transportados por um ‘dhow’ interceptado a 100 milhas de Zanzibar, na Tanzânia. Outro navio militar canadense, no ano passado, sequestrou 500 kg de heroína em um ‘dhow’ a cerca de 300 milhas de Zanzibar.
Segundo a UNODC (agência da ONU para drogas e criminalidade), aumentaram nos últimos anos os sequestros de substâncias estupefacientes nos portos e aeroportos dos países da África Oriental. Um recente inquérito jornalístico evidenciou ainda que Moçambique pode se tornar um importante ponto de tráfico internacional de drogas (heroína, haxixe, mandrax e cocaína) rumo à África do Sul, Europa e América do Norte.
(L.M.) (Agência Fides 26/4/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network