http://www.fides.org

News

2014-04-16

AMÉRICA/HONDURAS - Apelo para esclarecer o homicídio de um funcionário da Rádio Progreso, emissora dos jesuítas

Yoro (Agência Fides) – Outra pessoa que trabalha na mídia comunitária foi assassinada em Honduras: trata-se de Carlos Hilario Mejia Orellana, responsável pelo marketing e vendas da “Rádio Progreso”, emissora dos jesuítas e membro da Equipe de Reflexão, Investigação e Comunicação (ERIC) da Companhia de Jesus em Honduras. O homem foi esfaqueado na sexta-feira, 11 de abril, em sua casa na cidade de Progreso, departamento de Yoro, no norte do país, não obstante gozasse de medidas de proteção individual que lhe foram conferidas pela Comissão Interamericana dos Direitos Humanos já desde 2009.
“Este ato criminoso contra o nosso companheiro de equipe Carlos Mejía Orellana – afirma na comunicação enviada a Fides o sacerdote jesuíta Ismael Moreno, dirigente da rádio e membro também ele da ERIC - é um golpe contra o nosso trabalho, contra a nossa instituição e, portanto, devemos denunciar este fato, porque viola o trabalho da comunicação, violando o nosso direito à liberdade de expressão e viola a vida de cada membro da nossa equipe. Para nós, é altamente suspeito que este ato criminoso tenha ocorrido justamente na vigília da Semana Santa, quando tudo fica fechado para as festividades, particularmente as instituições responsáveis por administrar a justiça".
O apelo a uma investigação séria e rigorosa, para esclarecer as circunstâncias do homicídio e punir os culpados, foi lançado pelas Ongs que trabalham na região, por Repórteres sem Fronteiras (RSF), com o apoio do pe. Ismael Moreno. (CE) (Agência Fides, 16/04/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network