http://www.fides.org

News

2014-04-14

AMÉRICA/VENEZUELA - O Card. Urosa convida a tentar todo caminho para resolver os graves problemas do país, que causam mal-estar geral

Caracas (Agência Fides) – O Cardeal Jorge Urosa Sabino, Arcebispo de Caracas, durante um entrevista transmitida pela TV nacional, domingo, 13 de abril, disse estar “muito triste pela violência jamais vista antes pelas forças da segurança” durante os protestos das últimas semanas. Ele colocou ainda em dúvida a validez do socialismo como sistema político e pediu que se resolvam os problemas econômicos, que estão na base das manifestações. A respeito da presumível “cubanização” do país, declarou: “Querem nos levar para aquele sistema, mas nós dizemos que não é correto porque aquela proposta já foi rejeitada pela população em um referendo consultivo". O cardeal ressaltou ainda que a Igreja não busca o conflito, mas sim resolver os problemas, “e se sairmos deste caminho, é preciso constatar”.
Como assinala a nota enviada à Agência Fides por uma fonte local, o Cardeal foi convidado ao programa televisivo para avaliar a situação do país depois de semanas de incertezas e violências, e o início do diálogo de paz entre governo e oposição, com diversas instituições, como a Igreja católica (veja Fides 11/04/2014). Há, portanto, entusiasmo e ceticismo em meio à população, porque é necessário confirmar a iniciativa de diálogo e de paz com ações concretas, como evidencia o próprio Cardeal Urosa, que convidou a manter uma atitude positiva em relação ao diálogo, “mas no caso isto não dê certo, o país saberá de quem é a culpa e porque não funcionou”. Enfim, o Arcebispo de Caracas exortou os líderes políticos “a procurarem todas as formas para se encontrar e resolver os problemas, porque somente assim o país poderá ressurgir. Há graves problemas sociais e econômicos – concluiu – mas a realidade nos diz que assim como as coisas vão, não vão bem”. (CE) (Agência Fides, 14/04/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network