http://www.fides.org

News

2014-04-02

ÁFRICA/EGITO - Um cristão copta está entre os possíveis candidatos às eleições presidenciais

Cairo (Agência Fides) – Seif el Amir tem 34 anos, é consultor de contenciosos internacionais e tem a intenção de participar das eleições presidenciais egípcias, programadas para 25 de maio.Seu nome não está entre os coptas conhecidos no país por participarem da vida política nacional. “Desde que se abriram as candidaturas”, explica à Agência Fides o Bispo copta católico Botros Fahim Awad Hanna, que administra a eparquia de Minya “muitas personalidades novas estão tentando ganhar notoriedade, dezenas de pessoas que nunca fizeram política ativa. Não têm alguma chance de sucesso. Os políticos mais experientes evitam se expor porque sabem que não existem chances realistas de sucesso e é inútil arriscar”. Todos os analistas dão por certo que a vencer será o ex-chefe das forças armadas, Abdel Fattah al-Sisi. O único, além dele, que pode esperar um bom resultado é o aliado de Nasser, Hamdin Sabbahi, líder da Corrente Popular Egípcia, que nas eleições presidenciais de 2012 chegou em terceiro lugar, com 20,7% dos votos.
A possível candidatura de el Amir não pode aspirar aos votos dos coptas graças ao fator confessional. Entretanto, segundo o Bispo copta católico de Assiut Kyrillos William, este fator pode assumir um valor simbólico relevante: “A possível candidatura de um copta nas eleições presidenciais”, sublinha Anba Kyrillos “confirma o que consta na Constituição sobre a igualdade de todos os cidadãos egípcios. Reafirma um direito que é negado, por exemplo, a alguns líderes salafitas, segundo os quais os cristãos egípcios não podem aspirar ao cargo de Presidente”. Em todo caso, segundo o Bispo copta católico de Assiut, “não se pode saber se Seif el Amir conseguirá recolher as 25 mil assinaturas populares necessárias à sua candidatura para ser acolhida”. “As assinaturas devem provir de todas as 27 províncias egípcias, a fim de confirmar que o candidato goza de uma base mínima de apoio espalhada pelo país”. As assinaturas pode ser recolhidas até 20 de abril. Até agora, somente al-Sisi e Sabbahi iniciaram a coleta, que se abriu há dois dias. A candidatura do general já recebeu o apoio de quase 70 mil signatários. O líder da Corrente Popular Egípcia recolheu até agora 12 mil assinaturas. (GV) (Agência Fides 2/4/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network