http://www.fides.org

News

2014-03-31

ÁFRICA/NIGÉRIA - “Se realmente foram cometidos crimes de guerra, estes serão rejeitados pelos nigerianos, mas antes, vamos verificar os fatos”, diz Dom Kaigama

Abuja (Agência Fides) - “Se houve a intenção deliberada dos militares nigerianos de matar a sangue frio e se estas acusações forem provadas, posso garantir que todos os nigerianos de bom senso vão condená-las”, diz à Agência Fides Dom Ignatius Ayau Kaigama, Arcebispo de Jos e Presidente da Conferência Episcopal Nigeriana, comentando a publicação de um relatório da Anistia Internacional que denuncia os assassínios de massa cometidos no nordeste da Nigéria pela seita islâmica Boko Haram e por militares encarregados de combatê-la. “No entanto, é preciso verificar os fatos e evitar especulações. Coloquemos as provas na mesa e verifiquemo-las”, destaca Dom Kaigama.
Segundo o relatório publicado hoje, 31 de março, somente nos primeiros três meses de 2014, cerca de 1.500 pessoas foram mortas no nordeste da Nigéria em massacres cometidos por Boko Haram e por divisões militares. A organização humanitária internacional Anistia Internacional pede um inquérito internacional para verificar os crimes cometidos. (L.M.) (Agência Fides 31/3/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network