http://www.fides.org

News

2014-03-29

ÁSIA/PAQUISTÃO - Dia de luto para os cristãos no Paquistão: onde está a justiça?

Lahore (Agência Fides) – “Os cristãos paquistaneses já foram perseguidos e se sentem muito inseguros e vulneráveis, sobretudo depois de tantos falsos casos de blasfêmia registrados contra eles. O veredicto de condenação a morte para Sawan Masih, pobre operário cristão é outro golpe forte. Em 27 de março foi recordado, como mais um dia de luto, que se realizou mais uma injustiça contra os cristãos” Foi o que disse à Agência Fides Pe. James Channan OP, Diretor do “Peace Center” de Lahore, centro de estudos engajado no diálogo inter-religioso.
O Diretor reitera a Fides: “São bem conhecidas as circunstâncias da controvérsia ocorrida entre dois amigos, um muçulmano e outro cristão, Sawan. Era uma discussão por uma questão relativa a uma propriedade. Mas o homem muçulmano aproveitou, encontrando um atalho e acusando Sawan de blasfêmia. O mundo inteiro sabe o que aconteceu depois. Mais de 100 casas de cristãos da Joseph Colony, bairro cristão de Lahore, foram destruídas, 2 igrejas queimadas, Bíblias profanadas e Cruzes destruídas por uma multidão enraivecida de mais de 3 mil fanáticos. Os cristãos da Joseph Colony vivem ainda no perigo e no temor de que a multidão possa atacar novamente em qualquer momento”.
Pe. Channan conclui: “Depois da condenação a morte de Sawan, me pergunto: onde está a justiça? Porque nada é feito contra os cristãos inocentes que foram agredidos e perderam os seus bens? E as igrejas que foram profanadas, as Bíblias queimadas e as cruzes destruídas? Isto não é blasfêmia? Porque nenhum culpado foi punido depois dos ataques horríveis contra bairros e povoados cristãos como Shanti Nagar, Sangla Hill, Gojra (onde 7 cristãos foram queimados vivos)? Onde está a justiça e onde está o Estado de Direito? Espero que o governo tome medidas para garantir a justiça a todos os cidadãos e tome consciência das graves injustiças perpetradas contra os cristãos em sua terra de origem”. (PA) (Agência Fides 29/3/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network