http://www.fides.org

Vaticano

2003-07-28

VATICANO - O PAPA DURANTE O ANGELUS: “A EUROPA DE HOJE EXIGE A PRESENÇA DE CATÓLICOS ADULTOS NA FÉ E DE COMUNIDADES CRISTÃS MISSIONÁRIAS, QUE TESTEMUNHEM O AMOR DE DEUS POR TODOS OS HOMENS – O APELO PELA LIBÉRIA

Castel Gandolfo (Agência Fides) – Um novo exortação a todas as comunidades cristãs do continente europeu, para que “saibam reencontrar o entusiasmo evangélico do anúncio e do testemunho”, e um apelo pela paz na África, foram feitos pelo Santo Padre João Paulo II no domingo, 27 de julho, durante a recitação do Angelus, no Palácio Apostólico de Castel Gandolfo.
“A Igreja recebeu de Cristo ressuscitado o mandato de proclamar o Evangelho até os confins da terra – disse o Papa. Nestes últimos domingos recordei-vos mais de uma vez que a esta tarefa estão chamados, de modo particular, as comunidades eclesiais da Europa. se algumas regiões e alguns ambientes esperam por um primeiro anúncio do Evangelho, em toda a parte, porém, é necessário que este seja renovado. Freqüentemente, de fato, o conhecimento do cristianismo é tido como consumado quando, na realidade, a Bíblia é pouco lida e estudada, a catequese nem sempre é aprofundada, os sacramentos são pouco frequentes. Deste maneira, em lugar da autêntica fé se difunde um sentimento religioso vago e pouco comprometedor, que pode se transformar em agnosticismo e ateísmo prático. A Europa de hoje exige a presença de católicos adultos na fé e de comunidades cristãs missionárias que testemunhem o amor de Deus a todos os homens”.
Os pressupostos indicados pelo Santo Padre para um “renovado anúncio de Cristo” são: uma profunda unidade e comunhão no interior da Igreja, um sincero empenho no campo ecumênico e no diálogo com os adeptos de outras religiões. “O Evangelho é luz que investe todo o vasto campo da vida social: da família à cultura, a escola e a universidade, aos jovens, os meios de comunicação social, a economia e a política...Cristo vai ao encontro do homem onde quer que ele vive e atua e oferece o sentido pleno à sua existência”.
Após a oração do Ângelus, o Santo Padre lançou um apelo pela paz na África e em particular, à Libéria: “O encontro de hoje é também uma ocasião propícia para manifestar a nossa solidariedade aos irmãos e irmãs da África onde, ao lado dos progressos e iniciativas positivas de paz, perduram focos de violência mortal. Me refiro em maneira particular às trágicas notícias que chegam da Libéria. Diante das provações daquelas caras populações, não podemos fazer outro que pedir a todos aqueles que têm uma arma nas mãos de depô-la para dar espaço ao diálogo e à ação harmoniosa da Comunidade internacional”.
(S.L) (Agência Fides 28/07/2003 – linhas: 37; palavras: 461)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network