http://www.fides.org

News

2014-03-10

ÁSIA/ÍNDIA – Postergar as eleições previstas para Quinta-Feira Santa: o pedido dos cristãos de Goa

Goa (Agência Fides) – A Igreja em Goa se opõe à decisão de manter as eleições gerais no Estado em 17 de abril, dia que coincide com a Quinta-Feira Santa. Segundo Fides, o pedido de adiar as eleições foi expresso publicamente pelo Arcebispo de Goa e Daman, Dom Filipe Neri Ferrao, que enviou uma carta para a Comissão Eleitoral da Índia. A pergunta contou com o apoio dos católicos, ativistas sociais e alguns partidos políticos em Goa que, como referido à Fides, apresentaram uma petição à Comissão Eleitoral da Índia para pedir par mudar a data do voto, antecipando-a para quarta-feira.
Na missiva, o arcebispo informa que a Quinta-Feira Santa é um dos dias mais solenes do ano litúrgico, e que a data das eleições se traduziria para muitos fiéis católicos, num grave conflito entre deveres religiosos e deveres constitucionais, sobretudo porque mais de 40% dos que trabalham nas seções eleitorais são cristãos, que não poderiam participar das celebrações religiosas.
Na petição apresentada pelas organizações, se especifica que "a Quinta-Feira Santa é um dia sagrado para a comunidade cristã e início do Tríduo Pascal", explicou o advogado católico Aires Rodrigues, pedindo às autoridades para respeitarem as festividades de todas as comunidades religiosas e afirmando que os eleitores cristãos encontrariam dificuldade em observar o dever cívico do voto. Os cristãos são quase 30% da população em Goa. A petição explica que "a Quinta-Feira Santa tem grande importância para a vida da comunidade cristã, visto que é o dia em que se faz memória da Última Ceia de Cristo, e constitui a fim do período quaresmal e se encontra no meio da Semana Santa". Outra proposta é postergar o voto para depois da Páscoa. (PA) (Agência Fides 10/3/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network