http://www.fides.org

News

2014-02-28

AMÉRICA/BOLÍVIA - Os indígenas alagados de Beni perderam tudo e estão na fome

Trinidad (Agência Fides) – Estão se verificando na Bolívia as piores inundações nos últimos anos, que estão semeando mortes e prejuízos ingentes em todo o país. Segundo informações recebidas pela Agência Fides, a Puerto Varador, 7 km de Trinidad, capital do departamento amazônico de Beni (nordeste), faltam alimentos, o gado afogou e o que se salvou está morrendo de fome. Alguns moradores de aldeias mais pobres, armados de facas, tentam pegar pelo menos um pouco de sua carne para poder sobreviver. As chuvas torrenciais causaram uma matança de animais preocupante. O governo está tentando limitar a gravidade da situação distribuindo 3 mil toneladas de ração. Os alagamentos também provocaram o êxodo de indígenas pobres que viviam na região de Beni, a mais atingida da Bolívia, e estão se dirigindo à terra firme, em busca de gêneros alimentares.
Em Santa Ana de Moseruma, outra aldeia próxima de Trinidad, as famílias perderam suas casas, simples barracas feitas à mão, além de animais domésticos como galinhas e porcos, que lhes davam sustento. Tiveram que mudar para lugares limítrofes, dormindo ao ar livre, sob a proteção de cobertas e plásticos. Próximo de Trinidad vêem-se indígenas em pequenas embarcações, em busca de ajuda. Outros caminham a pé, submersos pela água. Pelas ruas de Puerto Varador, no Rio Mamoré, há grupos de enormes ratos selvagens que, quase cobertos pela água, tentam instintivamente alcançar a terra firme. Trinidad é protegida por uma diga de 8,2 km que até agora está protegendo de alagamentos ainda maiores. O departamento de Beni produz carne para toda a Bolívia. A região é atravessada por rios, provenientes dos Andes e dos Vales bolivianos, que ficaram ainda mais carregados com as chuvas das últimas semanas. (AP) (28/2/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network