http://www.fides.org

News

2014-02-24

ÁSIA/ÍNDIA - “Não” à exclusão e às castas: o papel profético dos franciscanos na Índia

Bhopal (Agência Fides) – Os franciscanos, religiosos e leigos, reiteram seu papel profético na Índia, e o desejo de ser “uma fraternidade pobre e para os pobres”, empenhada na luta contra a exclusão social e as castas, para a promoção da dignidade dos mais pobres e dos marginalizados: é o que diz à Agência Fides pe. Nithiya Sagayam OFMCap, coordenador da “Associação das Famílias Franciscanas da Índia” (AFFI) e Diretor do Centro franciscano da paz “Udhayam”, em Tamil Nadu.
Os franciscanos na Índia – presentes no país com 53 congregações religiosas, em 65 províncias – acabaram de concluir sua assembleia geral em Bhopal expressando o desejo de permanecer profundamente radicados na vida evangélica, no rastro de São Francisco e Santa Clara de Assis, sobretudo permanecendo ao lado dos pobres e marginalizados. Como informado à Fides, religiosos e leigos presentes na Conferência focalizaram sua atenção nos diversos aspectos ligados ao itinerário de formação, confrontando-os com as necessidades dos tempos e referindo-se diretamente à nova abordagem pastoral e missionária proposta pelo Papa Francisco em sua exortação Evangelii Gaudium. Os franciscanos se sentem chamados “a transmitir, propor e viver uma cultura em contraste com violência, consumismo, individualismo e materialismo, muito comuns na sociedade indiana”. O antídoto a tudo isso, explica à Fides pe. Nithiya Sagayam, seria o retorno “à opção evangélica radical” realizada por Francisco de Assis. O apostolado entre os pobres e os esquecidos se insere nesta abordagem e representa um movimento profético que caminha ao lado do contraste à cultura e à praxe das castas, ainda em vigor na Índia. O apostolado franciscano – concluiu a conferência – não pode evitar o olhar e a aproximação às favelas, aos dalits, aos imigrantes e a todos os que não têm seus direitos fundamentais respeitados: assim se concretiza a idéia de ser “uma fraternidade pobre, entre os pobres e pelos pobres”. (PA) (Agência Fides 24/2/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network