http://www.fides.org

News

2014-02-21

ÁSIA/TERRA SANTA - Desemprego entre os jovens palestinos: as respostas concretas da Pontifical Mission

Jerusalém (Agência Fides) – Na Terra Santa, a população juvenil palestina está com cada vez mais dificuldade de encontrar trabalho. Os problemas se agravaram a partir do ano 2000, com a segunda Intifada, provocando dinâmicas recessivas que continuam a piorar de ano em ano. Diante desta emergência, a Pontifical Mission for Palestine nos últimos anos promoveu iniciativas específicas, partindo das condições reais vividas pelos jovens palestinos. Um projeto de apoio para o trabalho juvenil, iniciado em 2012 com a finalidade de criar ocasiões de emprego com contrato temporário, teve efeitos dignos de nota, descritos num relatório da Pontifical Mission enviado à Agência Fides.
Até agora, e graças também à contribuição de vários benfeitores, a Pontifical Mission financiou com 770 mil dólares um programa que envolveu 536 jovens palestinos com ensino médio e superior (367 moças e 169 rapazes) em experiências profissionais úteis e de formação, com contrato temporário, em Jerusalém Leste, West Bank e Faixa de Gaza. O programa, realizado com a participação de oito instituições locais, permitiu a muitos dos jovens envolvidos melhorar as próprias competências, realizando um primeiro ingresso no mundo do trabalho enquanto ainda continuam estudando. Os salários ganhos pelos jovens nos períodos de trabalho aumentaram a renda dos respectivos núcleos familiares, beneficiando 2600 pessoas. Sobretudo, 36% dos jovens envolvidos no programa conseguiram depois explorar a experiência para encontrar um emprego estável.
Na Faixa de Gaza, o programa envolveu 382 jovens e foi conduzido com a colaboração de outras realidades e instituições, como o Conselho das Igrejas do Oriente Médio, a Society of Women Graduates, Al-Ahli Arab Hospital e Palestine Avenir for Childhood Development. Em Jerusalém Leste, atuando em parceria com outras instituições, como Arab Orthodox Society, o programa de formação foi focalizado na assistência geriátrica – setor que em mérito à população árabe idosa está vivendo uma fase emergencial – e na produção de produtos artísticos e artesanatos da tradição palestina. Em West Bank, foram envolvidos nos programas de emprego temporário também 85 jovens mulheres com deficiência.
A Pontifical Mission for Palestine, atualmente administrada pela Catholic Near East Welfare Association (CNEWA), é uma Agência fundada pela Santa Sé, impulsionada por Pio XII em 1949, para socorrer os refugiados palestinos. (GV) (Agência Fides 21/2/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network