http://www.fides.org

News

2014-02-04

ÁFRICA/GUINÉ - A Guiné é o novo ‘hub’ africano da cocaína destinada à Europa?

Conakry (Agência Fides) – No ano passado, um ou dois aviões repletos de cocaína aterravam mensalmente na República da Guiné (Guiné Conakry) provenientes da América Latina. A carga de droga é enviada à Europa por organizações criminosas que penetraram no país da África ocidental.
É o que afirma um inquérito da Agência Reuters que propõe os dados publicados no Relatório do Departamento de Estado estadunidense sobre o tráfico internacional de cocaína que passa pela Guiné.
A Guiné e a confinante Guiné-Bissau são o ponto final oriental da chamada “rodovia 10”, como é conhecida a rota aérea mais breve entre a América Latina e a África, que passa ao longo do décimo paralelo norte.
Segundo a Agência especializada da ONU para o combate ao crime e o tráfico de drogas, no ano passado, pelo menos 20 toneladas de cocaína, em grande parte provenientes da Colômbia e da Venezuela, transitaram na África ocidental em direção da Europa.
Até o momento, a atenção dos esforços antidroga se concentrou na Guiné-Bissau, mas a prisão (pelos Estados Unidos) do ex-Chefe de Estado Maior, o almirante José Américo Bubo Na Tchuto, obrigou os traficantes a transferir parte de sua atividade à Guiné Conakry.
Teme-se que o movimento de capitais criminosos acentue a chaga da corrupção neste país que está se esforçando em valorizar seus imensos recursos naturais para melhorar as condições de vida gerais da população. (L.M.) (Agência Fides 4/2/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network