http://www.fides.org

News

2014-01-28

ÁSIA/SÍRIA – Missas e vigílias pelo padre Dall'Oglio seis meses depois do seu sequestro

Raqqa (Agência Fides) - Em 29 de julho de 2013 o jesuíta romano Paolo Dall'Oglio foi sequestrado em Raqqa, cidade da Síria controlada pelas milícias islamistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL). Desde então, não se há mais notícias do religioso italiano. Passados seis meses do sequestro, em várias cidades do mundo foram anunciadas missas e vigílias de oração para invocar do Senhor o dom da sua libertação, junto a de outros sequestrados do país árabe martirizado pelo conflito.
Quarta-feira, 29 de março, em Milão, na Igreja de São Fidel dos jesuítas na Praça São Fidel, será celebrada uma missa às 19h30. Simultaneamente, em Roma, será celebrada missa por padre Paolo na Igreja de San Giuseppe, na rua Francesco Redi 1.
Iniciativas análogas serão realizadas também em Beirute, Berlim, Bruxelas, Doha, Dubai, Genebra, Grenoble, Montreal, Paris, Londres e em muitas outras cidades do mundo. A promover a rede de liturgias e vigílias de intercessão pela libertação de Pe. Dall'Oglio são principalmente os amigos da comunidade monástica de al Khalil – aberta pelo jesuíta romano no mosteiro sírio de Deir Mar Musa – que recentemente haviam iniciado em Suleymanyah, no Curdistão iraquiano, a fundação monástica de Deir Maryam el Aadhra. “Somos como uma família síria ou iraquiana que sofre a ausência de uma pessoa querida”, escrevem os monges e monjas da Comunidade, numa mensagem enviada à Agência Fides, acrescentando que “levaremos às missas e às vigílias retratos de Paolo e de outros detentos; leremos peças de seus textos e compartilharemos a esperança de revê-lo rapidamente conosco. O espírito da manifestação é humano e espiritual, e não político”. (GV) (Agência Fides 28/1/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network