http://www.fides.org

News

2014-01-22

ÁSIA/SÍRIA – Os curdos proclamam um governo autônomo no nordeste sírio. Três cristãos entre os 20 ministros

Qamishli (Agência Fides) – Às vésperas da Conferência internacional sobre a Síria, convocada em Genebra, os curdos sírios deram um passo avante rumo à criação de uma entidade política autônoma no nordeste do país, anunciando a formação de um governo autônomo composto por 20 ministros. Segundo fontes locais consultadas pela Agência Fides, na nova formação governamental constam também três ministros cristãos sírios, a quem foram confiadas as pastas da economia, programação das entidades municipais e da comissão para direitos humanos. O governo, presidido por Akram Hissou, atuará na cidade de Qamishli e exercerá sua autoridade em uma área que compreende também a cidade de Hassakè.
O novo organismo político compreende ministérios do exterior, da justiça, da defesa e da educação e anunciou querer convocar eleições políticas em quatro meses. Parece estar dominado pelo Partido curdo da União democrática (Pyd), formação curda dominante no território sírio e alinhada com o Pkk, Partido que apóia as instâncias autonomistas curdas na Turquia.
Com a operação em curso, se reforça o predomínio das formações políticas e militares curdas atuantes na região da Síria, onde a maioria da população pertence à componente étnica curda. Nos dias passados, foi rechaçado o pedido dos curdos próximos ao Pyd para participar com uma delegação da Conferência de Genebra 2 para poder expressar suas expectativas sobre o futuro do país. (Agência Fides 22/1/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network