http://www.fides.org

News

2014-01-17

ÁSIA/CHINA - “De coração a coração”: um coração que continua batendo para apoiar o caminho vocacional

Pequim (Agência Fides) – “De coração a coração” é o nome do grupo de apoio vocacional da paróquia de Bei Tang da Arquidiocese de Shaan Xi, na China, nascida em 2009, Ano Sacerdotal. Segundo informações obtidas pela Agência Fides, o grupo nasceu quase por acaso, depois de uma visita de alguns leigos a um sacerdote idoso. Eles tinham levado para ele roupas de lã para se proteger do frio intenso, mas o sacerdote respondeu: “eu já sou velho, prefiro que vocês deem essas roupas aos meus seminaristas”. Eles foram então ao Seminário sem dar muita importância às palavras do sacerdote, mas quando lá chegaram ficaram surpresos e entenderam: os seminaristas não tinham no seminário um sistema de aquecimento, não tinham roupas pesadas para suportar o frio e não se alimentavam adequadamente para enfrentar o frio gelado das planícies centrais chinesas.
Daquela experiência nasceu o grupo “De coração a coração” para ajudar os seminaristas, religiosas, sacerdotes idosos e carentes, colocando a disposição recursos materiais e espirituais. Todas as despesas são enfrentadas unicamente com as ofertas voluntárias dos membros do grupo. Durante o encontro anual realizado em 11 de janeiro, os participantes fizeram um balanço do trabalho realizado em 2013 e projetado o trabalho para 2014. Os membros do grupo recolheram 58.000 Yuan (cerca de 8 mil euros) que foram destinados aos seminaristas e religiosas (76%), a visitas a bispos e sacerdotes idosos doentes (10%), para ajudar a comunidades da diocese (10%), para o acolhimento de grupos de peregrinos e visitas a leigos doentes e pobres (3%), para as despesas administrativas (1%). De cada despesa foram apresentados os detalhes e documentos. Como todos os anos, os membros do grupo fazem turnos de serviço na cozinha e lavanderia do Seminário, oferecendo 30 yuan (cerca de 6 euros) por mês para cada seminarista. Além disso, fazem limpeza sazonal nos seminários, nos conventos onde permanecem algumas religiosas idosas e nas casas de repouso para sacerdotes idosos. O diretor espiritual do grupo, Rev. Antonio Jia, sublinha: “com a nossa oração sincera queremos construir uma ponte de corações entre fiéis e vocações, para apoiar o caminho vocacional na sequela de Jesus”. (NZ) (Agência Fides 2014/01/17)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network