http://www.fides.org

News

2013-12-06

ÁSIA/SRI LANKA – Aumentam os ataques contra cristãos, em meio à indiferença do governo

Colombo (Agência Fides) – Aumentam no Sri Lanka o ódio e a violência contra as minorias religiosas, que representam 30% da população total: é a preocupante tendência assinalada por Igrejas e associações da sociedade civil no país. De modo especial, nos primeiros 10 meses de 2013, os casos de violência contra cristãos perpetrados por alas budistas violentas foram 65, afirma em nota enviada à Fides, a Aliança Nacional Cristã Evangélica do Sri Lanka. A tendência é confirmada por Navi Pillay, Alto Comissário da ONU para direitos humanos, que em sua recente viagem ao Sri Lanka, notou “o aumento da intolerância religiosa e ausência de ações rápidas contra os responsáveis”. Neste contexto, os cristãos SAP um alvo sempre mais claro e explícito da violência religiosa.
Com cerca de 70% da população budista, 12% hindu, 10% muçulmana e 7,5% cristã, Sri Lanka sempre se apresentou com um país multi-religioso e tolerante. O governo frequentemente evidencia o fato que em muitas cidades, mesquitas e templos convivem uns ao lado dos outros, sem problemas. Nos últimos anos, no entanto, observou-se um incremento de casos de agressões e violências por razões puramente religiosas. Segundo um relatório enviado à Fides pela “National Christian Evangelical Alliance of Sri Lanka” (NCEASL) em 2012 houve 52 episódios de violência contra cristãos, com um aumento de 100 % em relação a 2011. O número de casos continua a aumentar: no período de janeiro a outubro de 2013, contam-se já 65 episódios de violência anticristã registrados. No mês de outubro, de modo especial, verificaram-se sete incidentes como: fechamento forçado de igrejas; atos de vandalismo e incêndios dolosos contra casas de pastores cristãos; ameaças e agressões a lideranças cristãs.
Os ataques – explica o relatório – são quase sempre realizados por monges budistas cingaleses que querem “preservar a tradição cultural budista do Sri Lanka” e não hesita, em usar a violência para garantir a tradição. “Multidões de fiéis budistas que atacaram os cristãos e as outras minorias religiosas são quase sempre guiados por monges budistas que definem o cristianismo ‘estranho’ ao Sri Lanka”.
Uma das questões mais inquietadoras, diante deste aumento de intolerância religiosa, está a indiferença do governo do Sri Lanka, que não faz nada para proteger os cristãos. A maior parte dos ataques contra cristãos – afirma a Aliança – acontece impunemente. (PA) (Agência Fides 6/12/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network