http://www.fides.org

News

2013-11-13

ÁFRICA/RD CONGO - A sociedade civil denuncia: militares ruandeses a 3 km do aeroporto de Goma

Kinshasa (Agência Fides) – Militares ruandeses entraram no território congolês, onde alcançaram uma posição situada a apenas 3km do aeroporto de Goma, capital de Kivu do Norte (no leste da República Democrática do Congo). É o que denuncia uma nota enviada à Agência Fides pela Coordenação Provincial da Sociedade Civil de Kivu do Norte. Segundo a nota, os militares, provenientes da capital ruandesa, Kigali, de Butare e Gisenyi, acamparam em Murambi, no território de Nyiragongo, nas redondezas do aeroporto de Goma.
Estima-se que as tropas tenham a consistência de um batalhão, cerca de 300 homens, armados com metralhadoras e lança-mísseis. Os soldados estão assumindo suas posições, escavando trincheiras e instalando proteções camufladas.
A imprensa congolesa relaciona o reforço das posições militares ruandesas no confim com a RDC com o fracasso das tratativas na capital de Uganda, Campala, entre o governo de Kinshasa e os rebeldes do M23, derrotados militarmente pelo exército congolês (com a ajuda dos Capacetes Azuis da ONU). A delegação congolesa se recusou em assinar um acordo apresentado antes da derrota dos rebeldes. Dentre os pontos em discussão, está a integração nas forças armadas congolesas dos ex-rebeldes. Este tema é controvertido porque recentemente, outros grupos de guerrilha que integraram o exército aproveitaram a ocasião para continuar a agir impunemente nas localidades ao leste da RDC. (L.M.) (Agência Fides 13/11/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network