http://www.fides.org

News

2013-10-24

ÁFRICA/QUÊNIA – Os líderes evangélicos em Mombasa: "não seremos amedrontados pelo assassinato de dois pastores "

Nairóbi (Agência Fides) - Os líderes de algumas igrejas cristãs lançaram o alarme sobre a liberdade religiosa no Quênia, após o assassinato sem motivo de dois pastores evangélicos em Kilifi e Mombasa, informa a agência católica CISA, em Nairóbi.
Em 21 de outubro, um grupo de líderes cristãos evangélicos divulgou uma declaração em que condenam o assassinato de dois pastores e pedindo ao governo para defender os direitos constitucionais de reunião pública e adoração. " O Mombasa Church Forum afirma categoricamente que nenhum ataque contra os cristãos nos impedirá de exercer o nosso direito de culto e a liberdade de religião. Para aqueles que cometeram esses ataques odiosos, dizemos que não somos amedrontados e continuaremos a rezar ao Senhor em nossas igrejas", ressalta o comunicado.
Em 20 de outubro, foi encontrado morto em sua igreja, em Mombasa, Charles Matole, um dos líderes da Vikwatani Redeemed Gospel Church. O homem tinha ferimentos de arma de fogo. Em 19 de outubro, numa floresta em Kilifi, a 60 km de Mombasa, foi descoberto o cadáver de Ebrahim Kidata da East African Pentecostal Churches.
Segundo uma hipótese atual os dois assassinatos seria um ato de represália pelo assassinato de um pregador islâmico ocorrido em Mombasa em 4 de outubro, que tinha provocado acidentes na importante cidade portuária queniana. (L.M.) (Agência Fides 24/10/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network