http://www.fides.org

News

2013-10-17

ÁFRICA/MALAVI - Toma posse o novo governo que substituiu o precedente, derrubado pelo escândalo da corrupção

Lilongwe (Agência Fides) – A corrupção está no centro do debate político no Malavi, um dos países mais pobres do mundo. Como informa à Agência Fides pe. Piergiorgio Gamba, missionário monfortano que mora e trabalha há vinte anos no Malavi, “o escândalo explodiu por causa de um atentado contra um expoente do Ministério da Economia, Paul Mphwiyo, contra quem atiraram na tentativa de “regular suas contas de propinas prometidas ou recebidas”. “Assim, nasceu o chamado Capital Hill Cash Gate, que levou à prisão de uma dezena de funcionários do governo e de outros oficiais da polícia, acusados de roubar verbas públicas num total de milhões de dólares”, continua o missionário. “Desta vez, o inquérito envolve os mais altos expoentes do governo. A população, cansada do contínuo aumento dos impostos, se sente defraudada por quem deveria administrar a coisa pública”.
A oposição pediu o impeachment da própria Presidente Joyce Banda. O problema se tornou tão complexo que a Presidente Banda teve que salvar o que podia, dissolvendo o governo, composto por 25 ministros. “Uma escolha que foi admirada inclusive no exterior como prova da capacidade, e vontade do país de fazer justiça”, diz pe. Gambá, que acrescenta que “esta decisão não é indolor. Provém da tomada de posição dos representantes dos países doadores, primeiramente a União Européia, que pediram satisfações a respeito de uma acusação que não é simplesmente de corrupção, mas sim um inquérito que evidenciou obras licenciadas e jamais realizadas, pagamentos a contas no exterior, funcionários dos ministérios pegos com milhões de Kwacha dos quais não sabiam explicar a origem”.
“Uma escolha importante para a sobrevivência do país onde o Kwacha (moeda nacional) está sendo desvalorizado cotidianamente. Uma escolha importante também na perspectiva de uma longa campanha eleitoral para o pleito de maio de 2014, quando o povo deverá votar provavelmente numa nova liderança para o país”, conclui o pe. Gamba.
Em 15 de outubro, tomou posse o novo governo instituído pela Presidente Banda. (L.M.) (Agência Fides 17/10/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network