http://www.fides.org

News

2013-10-15

AMÉRICA/NICARÁGUA - "As armas não são o instrumento para reivindicar os direitos", adverte Dom Herrera após violência nas áreas rurais

Jinotega (Agência Fides) - Um forte apelo pela paz e diálogo foi feito pelo Bispo da Diocese de Jinotega após a violência dos últimos dias entre membros do Exército da Nicarágua e grupos armados desconhecidos, que se enfrentaram nas comunidades rurais de Pantasma e Wiwili. Nos confrontos morreram sete civis e um militar. Segundo fontes do Exército, esses criminosos foram supostamente guiados por um criminoso famoso.
Numa declaração enviada à Agência Fides pela Conferência Episcopal da Nicarágua, assinada pelo Bispo de Jinotega, Dom Carlos Enrique Herrera, O.F.M, a Igreja Católica adverte aos chamados "rearmados" que "as armas não são o instrumento eficaz para reivindicar seus direitos". Dom Herrera convida ao diálogo e pede ao Exército para agir sempre "respeitando os direitos humanos dos civis", porque eles "não têm culpa que em seus bairros se encontrem pessoas armadas que passam por ali".
“Deve-se tentar dialogar de todas as formas”, conclui o comunicado, “porque no fim, quem sofre com toda esta situação são os pobres que vivem no campo, em meio a perseguições e instabilidade social”.
As informações apuradas pela Fides indicam que a população vive com medo da insegurança nas áreas rurais. Segundo as autoridades civis, estes grupos se “rearmaram” contra o governo de Daniel Ortega; de acordo com o chefe do exército, general Julio Cesar Aviles, tais grupos são formados por criminosos que se dedicam ao furto de gado, sequestros de pessoas e coações. (CE) (Agência Fides, 15/10/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network