http://www.fides.org

News

2013-10-04

ÁSIA/CAMBOJA – O sudeste asiático atingido por tufões, chuvas torrenciais e transbordamentos

Phnom Penh (Agência Fides) – As chuvas torrenciais que isolaram vários países do sudeste asiático causaram a morte de 96 pessoas e atingiram cerca de 3 milhões de habitantes. Segundo a Cruz Vermelha Internacional, 10 mil pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas e a procurar abrigo em centros de acolhimento. Na Camboja, as chuvas já causaram 50 mortes, danificaram 374 mil pessoas, 65 mil habitações, infraestruturas e institutos de ensino. Milhares de estudantes não conseguiram ir às escolas, especialmente depois do transbordamento dos rios. Segundo a Comissão Nacional para a Gestão dos Desastres Naturais, os mais atingidos foram os 513 institutos de ensino nas seis províncias do país. Vistas as condições climáticas, nem todos os alunos puderam começar o novo ano letivo. O governo de Phnom Penh, cidade onde passa o rio Mekong, controla continuamente o nível das águas, devido à potencial ameaça na cidade, que já tem sérios problemas de drenagem. Alguns habitantes das áreas atingidas conseguem se locomover somente a bordo de barcos. Na província de Kandal já se iniciaram as operações de drenagem das águas para evitar ulteriores erosões, que podem colocar em risco as comunidades circunstantes. No Laos, registraram-se as piores inundações dos últimos 35 anos, que causaram 20 mortos e danificaram 350 mil pessoas, desprovidas de bens de primeira necessidade como alimentos, água e medicamentos. No Vietnã, mais de 100 mil pessoas de quatro províncias do país acabaram de sofrer a passagem do tufão Wutip, que causou a morte de 24 pessoas. Na Tailândia, a abertura de muitos ralos favorecem o fluxo das águas e evitam riscos maiores, alagaram 8 mil habitantes de 29 províncias diferentes, atingindo 2 milhões e 100 mil pessoas e deixando 22 mortos. (AP) (4/10/2013 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network