http://www.fides.org

News

2013-10-04

ÁFRICA/MADAGASCAR – Continua a tensão em Nosy Be depois da morte de três pessoas acusadas de terem matado e mutilado um menino

Antananarivo (Agência Fides) - "A situação em Nosy Be ainda é muito tensa porque continuam as manifestações da população e as autoridades impuseram um toque de recolher à noite. Pelo menos três ministros estão no local para tentar acalmar os ânimos", disse à Agência Fides Pe. Luca Treglia, Diretor da Rádio Dom Bosco, em Antananarivo, Madagascar, onde na ilha de Nosy Be, três pessoas (um francês, um italiano e um malgaxe) foram torturados e mortos pela população após a descoberta do corpo mutilado de um menino.
Os três foram acusados de abusarem do menino e estarem envolvidos no tráfico de órgãos. Pe. Lucas confirma que Nosy Be "é a área com o maior risco de turismo sexual em Madagascar", mas sobre a hipótese de tráfico de órgãos o Diretor da Rádio Dom Bosco se mostra mais prudente. "É um fato ainda a ser verificado", disse ele. "Apesar de em várias ocasiões em Madagascar ter sido dado o alarme de pressupostas exportações de órgãos humanos". Segundo um jornal local (cuja veracidade deve ser verificada), os dois europeus teriam admitido sob tortura de estarem envolvidos no tráfico de órgãos, "mas sob tortura se pode admitir qualquer coisa", concluiu Pe. Luca. (L.M.) (Agência Fides 4/10/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network