http://www.fides.org

News

2013-10-01

ÁFRICA/REPÚBLICA CENTRO AFRICANA - Em Bangassou, a população se rebela aos abusos da Seleka. “A situação é explosiva”, adverte o Bispo

Bangui (Agência Fides) - “É uma situação explosiva, que pode provocar uma tragédia”, diz à Agência Fides Dom Juan José Aguirre Muños, Bispo de Bangassou, onde no bairro Tokoyo, os moradores ergueram uma barreira para protestar contra as violências e os abusos dos rebeldes Seleka.
“O protesto começou ontem à noite, depois que os homens da Seleka torturaram um jovem motorista de moto-taxi do bairro. Os moradores estão cansados dos contínuos ataques dos rebeldes, que instituíram postos de bloqueio para saquear a população, que já não tem nada”, informa o Bispo. “Criou-se uma situação incendiária, porque diante da barreira dos moradores, armados com machados, reuniram-se homens da Seleka e muitos comerciantes muçulmanos locais, por sua vez armados com Kalashnikov fornecidos pelos rebeldes”, afirma o Bispo. “Avisado pelo pároco do bairro, enviei os meus dois vigários vestidos de túnica branca, para tentar acalmá-los. Pedimos ao Imâme e ao representante dos jovens muçulmanos que nos ajudem a pacificar a área”, diz Dom Aguirre. “O verdadeiro problema não é um confronto religioso de cristãos contra muçulmanos, mas os repetidos abusos dos rebeldes contra a população”, frisa Dom Aguirre.
“O que está acontecendo neste momento em Bangassou ocorre também em outras cidades da República, porque a população está realmente exasperada por ser roubada todos os dias pelos rebeldes da Seleka”, conclui o Bispo. (L.M.) (Agência Fides 1/10/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network