http://www.fides.org

News

2013-09-14

ÁSIA/ÍNDIA - Violência contra os cristãos em Karnataka: a Igreja confia na ação do Governo

Bangalore (Agência Fides) – Os episódios de violência contra os cristãos no Estado de Karnataka “não devem causar alarme, pois muitas vezes são casos isolados que afetam grupos cristãos evangélicos pouco controlados e são muitas vezes destinados a diminuir num período de médio ou longo prazo. Hoje, existe um comportamento diferente do Governo de Karnataka, que não apóia os grupos fundamentalistas hinduístas”: foi o que disse à Agência Fides Pe. Faustine L. Lobo, Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias na Índia. O sacerdote em mora em Bangalore, capital do Estado de Karnataka (sul da Índia).
Pe. Lobo explica à Fides: “Os casos de violência parecem fazer parte de uma estratégia organizada, mas estão ligados entre si. Muitas vezes os grupos cristãos têm suas responsabilidades em incomodar a paz dos povoados. Para as igrejas e instituições católicas não existem problemas. Hoje, o Governo de Karnataka, onde está no poder o Partido do Congresso, nos apoia e nos dá confiança. Pretende considerar seriamente a questão da intolerância e dar uma mensagem a todos: a violência contra as minorias não será aceita e tolerada. Ninguém ficará impune. O governo precedente, controlado pelo Partido Nacionalista Baratiya Janata Party (BJP) parecia dar uma mensagem de cobertura substancial aos grupos fundamentalistas hinduístas, mas agora não é mais assim. O Governo quer detê-los. Por isso, estamos plenamente confiantes no futuro”.
Pe. Lobo recorda que também a polícia mudou seu comportamento: “O Ministério do Interior de Karnataka – refere – foi confiado ao cristão, K. J. George, ao qual faz referência a Polícia. Para nós, é uma garantia”. Por exemplo, no caso do homicídio de Pe. Kochupuryil J. Thomas, Reitor do Seminário Maior de Bangalore, assassinado por desconhecidos em 1° de abril de 2013, “as investigações estão caminhando bem. A polícia esta investigando com seriedade e esperamos que o caso seja logo resolvido”.
A Agência Fides recebeu indicações de alguns casos de violência (veja Fides 3/9 e 5/9/2013). Ultimamente o Pastor John William, chefe da “Living Hope Church”, igreja doméstica no norte de Bangalore, foi acusado de conversões forçadas e espancado por extremistas hinduístas em sua casa no dia 8 de setembro. Segundo Fides, nos dias precedentes, três leigos cristãos, que administravam uma escola e um centro para crianças e órfãos, foram presos sob acusações falsas de conversões forçadas na Igreja de São Tomás em Honnavar, em Karnataka, depois da invasão de militantes hinduístas do grupo RSS e “Bajrang Dal”. Em Mangalore, outra cidade do Estado, o Pastor M.S. Shamraj, há 18 anos chefe da “Blessing Church”, foi obrigado a fecar a igreja por causa de ameaças de grupos fundamentalistas hinduístas. (PA) (Agência Fides 14/9/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network