http://www.fides.org

News

2013-09-03

ÁSIA/ÍNDIA – Três casos de perseguição de cristãos no estado de de Karnataka

Bangalore (Agência Fides) – Três episódios de violência e perseguição de cristãos se verificaram no estado de Karnataka, tristemente conhecido pela presença de grupos radicais hindus. Como informa à Agência Fides o fórum ecumênico indiano “Global Council of Indian Christians”, o primeiro caso é o do pastor cristão protestante Paramajyothi, 28 anos, que acompanha comunidades cristãs em 15 aldeias no distrito de Chitradurga, em Karnataka. Nos últimos dias, enquanto estava em sua igreja e celebrava uma liturgia com cerca de 60 fiéis, alguns extremistas hindus invadiram a assembleia, tiraram-no da Igreja, o despiram e o agrediram com violência, provocando feridas e fraturas. O pastor registrou a ocorrência na delegacia, pedindo proteção, visto que os radicais hindus o intimaram a deixar o país em uma semana.
Outro episódio de violência ocorreu com homem de 55 anos Somashekar, que mora no distrito de Bijapur, membro do grupo étnico lambani. Somashekar, precedentemente hindu, hoje é cristão, casado e tem 7 filhos. Como evangelizador de sua aldeia, onde vivem outras 30 famílias de sua própria etnia, não cristãs, convidou-as a participar de uma celebração cristã.
Nas semanas passadas, enquanto visitava um vizinho de casa, em companhia de sua esposa, improvisamente 50 radicais hinduístas os atacaram, levando-os para fora de casa com a força, insultando-os e agredindo-os para obrigá-los a se converterem novamente ao Hinduísmo. Também disseram a eles que, se continuassem a serem cristãos, deveriam deixar o vilarejo. Além disso, os extremistas apresentaram à polícia uma denúncia, acusando-os de atuar “conversões forçadas” ao Cristianismo.
O terceiro caso sinalizado a Fides diz respeito a uma mulher do distrito de Chikmagalur, sempre em Karnataka. Trata-se de Doddamma, 42, viúva com uma filha de 22 anos, uma mulher humilde com trabalho precário. Também ela, no passado, era hinduísta. Com sua filha, se converteu ao Cristianismo três anos atrás. Hoje, participa das liturgias e da oração, compartilha o Evangelho e ajuda as pessoas em dificuldade. Dez dias atrás, um grupos de radicais hinduístas invadiu sua casa, perguntando quem lhe havia dado permissão para praticar a fé cristã. Mãe e filha foram arrastadas para o templo hinduísta dos fanáticos, que ordenaram a elas que se convertessem novamente ao Hinduísmo. Por terem se negado, foram violentamente agredidas e sua casa foi saqueada e destruída. (PA) (Agência Fides 3/9/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network