http://www.fides.org

News

2013-07-08

ÁSIA – Bispos da Ásia condenam violência contra Buda, o compromisso contra as divisões

Nova Délhi (Agência Fides) – “Os bispos da Ásia condenaram fortemente a violência contra o templo budista de Bodhgaya. Os prelados reprovaram também a mentalidade da divisão e a discriminação que alimenta a violência.
"Os bispos pedem um compromisso sério com a harmonia inter-religiosa e justiça em favor dos pobres e minorias", disse à Agência Fides o Secretário Executivo do Instituto de Desenvolvimento Humano na Federação das Conferências Episcopais da Ásia (FBAC), Pe. Nithiya Sagayam, expressando a posição do organismo sobre o atentado ocorrido na manhã deste domingo, 7 de julho, contra o templo budista de Bodhgaya, no estado indiano de Bihar.
Trata-se do mais importante santuário budista do mundo, patrimônio mundial da UNESCO, onde se encontra a árvore sob a qual o príncipe Siddhartha Gautama teria atingido a iluminação no século VI a. C. Segundo as investigações preliminares sobre o ataque, que feriu dois monges, segue-se a pista de violência islâmica que pode estar ligada à violência perpetrada por extremistas budistas contra os muçulmanos em Mianmar.
Pe. Sagayam, diretor de "Udhayam", centro pela paz instituído pelos Frades Capuchinhos no Estado indiano de Tamil Nadu, reiterou a importância de trabalhar no âmbito local. "Todo bispo em sua diocese é chamado a trabalhar pela paz, reconciliação, harmonia e justiça social. É importante que este trabalho seja feito em vários territórios, dioceses e nações asiáticas. Para construir a paz, não se pode agir partindo do alto, mas do baixo, cada um em sua própria nação, atingindo toda a Ásia", frisou o sacerdote.
A Ásia é um continente que precisa da paz como um pré-requisito para um autêntico desenvolvimento humano que respeite a dignidade de cada pessoa. (PA) (Agência Fides 8/7/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network