http://www.fides.org

News

2013-06-27

ÁSIA/PAQUISTÃO - Atos de vandalismo e insultos contra uma igreja, um homem muçulmano perdoado

Quetta (Agência Fides) - Perdão, reconciliação e confiança: com este comportamento a comunidade dos Missionários Oblatos de Maria Imaculada (OMI) no Vicariato Apostólico de Quetta, na província de Baluchistão, administrou o delicado assunto. Na noite de 23 de junho, um jovem muçulmano, Muhammad Naeem, entrou no complexo da Igreja Católica da Imaculada Conceição, em Quetta, subiu no telhado com um martelo e danificou a cruz da igreja. Os zelador e os fiéis católicos conseguiram detê-lo e a polícia o prendeu. Nos dias precedentes Muhammad Naeem entrou na igreja, havia ameaçado os cristãos presentes e usado palavras de insulto contra Jesus Cristo.
Os missionários Oblatos, membros de uma "Comissão de Paz" local, de acordo com a família do jovem e com a polícia, não quiseram denunciá-lo, mas o perdoaram. Conforme explicado à Fides por Pe. Abid Saleem OMI, no dia seguinte foi feito um acordo escrito entre os responsáveis da Igreja, policiais e familiares de Naeem, segundo o qual o jovem foi libertado. "Nós o perdoamos. A sua família e Naeem assinaram um compromisso escrito afirmando que tais atos contra os cristãos não se repetirá". A polícia aceitou o acordo e o jovem foi libertado. Pe. Saleem disse à Fides que "o jovem foi manipulado pelos fundamentalistas. Pensamos que mantê-lo na prisão não era a solução: a nossa vingança é o perdão que lhe faz conhecer quem é realmente o nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de um ato de amor e confiança". O missionário disse que ficou feliz que "os representantes das minorias religiosas na Assembleia Provincial trabalharam ao nosso lado neste momento". Dom Victor Gnanapragasm OMI, Vigário Apostólico de Quetta, visitou a Igreja da Imaculada Conceição, expressando seu convite para "manter a calma e resolver o problema de forma pacífica". (AG-PA) (Agência Fides 27/6/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network