http://www.fides.org

News

2013-06-11

ÁSIA/TURQUIA – A Festa de Santo Antônio Istambul, em meio às agitações da praça Taksim

Istambul (Agência Fides) – “Muitos jovens que vão à Praça Taksim passam pela nossa Igreja, acendem uma vela a Santo Antônio, e depois vão manifestar. São pessoas de todas as classes sociais e religiões. Como frades franciscanos, neste momento delicado para o país, rezamos, pedindo a intercessão de Santo Antônio, pelo bem e a paz da nação”: é o que conta à Agência Fides pe. Anton Bulai, OFM Conv, pároco da Igreja de Santo Antônio em Istambul, que se encontra no centro da cidade, não distante da Praça Taksim. A comunidade local dos seis frades franciscanos conventuais está preparando a festa de Santo Antônio, no dia 13 de junho, uma celebração de raízes antigas e uma festa que acolherá fiéis cristãos de todas as confissões e muitos não cristãos, devotos de Santo Antônio. 
“É uma festa que envolve toda a Igreja local: estaremos ao redor de nosso Bispo, Dom Louis Pelatre, que celebrará a Santa Missa, mas é também uma festa ecumênica, aberta a todos: virão líderes religiosos e fiéis de todas as outras comunidades”, explica Frei Anton. Estarão também presentes um representante do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla e fiéis não cristãos. Antônio é um santo conhecido e amado na Turquia, principalmente devido à iniciativa “Pão dos pobres”, que há mais de 60 anos beneficia indigentes, sem distinção de religião ou etnia. Pe. Bulai explica: “Todas as terças-feiras, desde os tempos do Delegado Apostólico Angelo Roncalli, que frequentava a nossa Igreja, aqui se reza e se distribui pão para as pessoas carentes”. Nos últimos anos, “uma especial benção e dons para as crianças têm marcado a festa de 13 de junho. A festa hoje cai bem no meio de uma onda de protestos que, como nota o pároco, “de certa forma pode desencorajar a participação popular”, por causa do medo de desordens e da violência. A Igreja de Santo Antônio proclamará sempre uma palavra de paz, bem e reconciliação”. “Nossa Igreja e nosso testemunho franciscano na Turquia vão avante: somos um convento com as portas sempre abertas à acolhida, somos frades sempre prontos a rezar, a abençoar, a acolher quem quer que se aproxime e entre para acender uma vela ao Santo: e as pessoas que todos os dias o fazem são muitas, de todas as classes sociais e religiões”, nota pe. Bulai (PA) (Agência Fides 11/6/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network