http://www.fides.org

News

2013-05-29

ÁFRICA/SOMÁLIA - Um ex-parlamentar acusa o Quênia de querer controlar o sul da Somália

Mogadíscio (Agência Fides)- A intervenção das tropas quenianas no sul da Somália no âmbito da operação Linda Nchi (“proteger o país” em suaíli), iniciada em outubro de 2011, permitiu libertar os principais centros urbanos da área dos Shabaab, mas suscitou temores entre os somalis sobre a existência de uma “agenda escondida” por parte do governo de Nairóbi.
Desses temores, fez-se intérprete Suleiman Mohamed Ibrahim, ex-membro do Parlamento de transição somali, que declarou para a rádio Shabelle que o Quênia pretende se apropriar da região de Juba e controlar a cidade portuária de Kismayu.
O ex-parlamentar acusa em especial a milícia Raskamboni de ajudar o Quênia a perseguir os próprios interesses na Somália.
Suleiman pede portanto ao governo federal para substituir o mais rápido possível as tropas quenianas (que foram integradas há algum tempo na AMISOM, a missão militar enviada à Somália pela União Africana) com as de Serra Leoa, país da África ocidental que não tem interesses diretos na Somália. Segundo a rádio Shabelle, os militares quenianos não foram bem acolhidos pelos somalis, diferentemente das tropas burundinesas e ugandenses (que constituem o núcleo originário da AMISOM). (L.M.) (Agência Fides 29/5/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network