http://www.fides.org

News

2013-04-22

ÁFRICA/SUDÃO DO SUL – Uma enfermeira da diocese de Torit é uma das vítimas dos confrontos entre militares e civis

Juba (Agência Fides) - Retornou à calma a aldeia de Lorema, na Conteia de Budi (estado de Eastern Equatoria, no Sudão do Sul), onde na semana passada 5 pessoas morreram em combates entre o exército e a população residente. Segundo informa a Rádio Emmanuel, os mortos são dois militares e três civis, dentre os quais uma enfermeira que trabalhava no posto de saúde local, administrado pela diocese de Torit. Na estrutura, foram feridos também um menino e duas mulheres.
Uma parte da população fugiu, inclusive 30 crianças, que marcharam 33 km para chegar a outras duas aldeias.
O Ministro da administração do estado de Eastern Equatoria abriu negociações para resolver a disputa entre as autoridades locais e os líderes das comunidades.
O jovem Estado de Sudão do Sul (obteve a independência em julho de 2011) está enfrentando dificuldades em manter a segurança em diversas áreas devido à presença de grupos de guerrilha e à intensa difusão de armas entre a população. As forças de segurança são também acusadas, no último relatório do Departamento de Estado dos EUA, de cometer graves abusos contra civis, como homicídios extrajudiciais e estupros. (L.M.) (Agência Fides 22/4/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network