http://www.fides.org

News

2013-04-19

ÁSIA/SÍRIA – Na Mesopotâmia, destruída a igreja dos franciscanos em Deir Ezzor

Beirute (Agência Fides) – Uma violenta explosão demoliu a igreja e o convento dos Frades Franciscanos Capuchinhos em Deir Ezzor, na Mesopotâmia. A informação chegou à Fides por meio de fr. Tony Haddad, vice-Provincial dos Frades para o Oriente Próximo, que coordena a presença capuchinha no Líbano e na Síria. A explosão ocorreu em 15 de abril. “Era a única igreja ainda intacta em Deir Ezzor”. Ainda não está claro como foi destruída. Segundo algumas reconstruções dos fatos, os combatentes da oposição abriram uma brecha na igreja e se esconderam. O exército regular atirou na igreja e a abateu. Outros falam de um carro-bomba colocado ao lado do templo. Fr. Haddad comenta com grande tristeza “todo este ódio e desrespeito”: “Naquela área - informa – “não existem mais cristãos”. Nos últimos meses, vista a situação crítica, “os nossos dois frades que moravam no convento deixaram Deir Ezzor com as irmãs de Madre Teresa e uma dezena de idosos que moravam conosco. Eram os últimos cristãos. Agradeço ao Senhor porque os dois frades estão sãos e salvos. A igreja de pedras poderá ser reconstruídas um dia, quando uma primavera de paz chegará ao nosso Oriente Médio”, nota fr. Haddad.
Deir Ezzor é uma cidade no leste da Síria, alem do Eufrates, entre Palmira e a fronteira iraquiana. “Nossa presença data da década de trinta do século passado, mas estamos no Oriente Médio há muito mais tempo”, conta fr. Tony. “Em quase quatro séculos de história, a nossa vice-província sofreu diversas destruições e perseguições, mas sempre ressuscitou, com Cristo Ressuscitado”. Outra comunidade de franciscanos capuchinhos ainda permanece no sul da Síria, em Soueida – por enquanto ainda tranquila – onde moram dois frades.
Segundo informações de ativistas da oposição síria, os aviões do exército teriam bombardeado, nos últimos dias, duas igrejas ortodoxas siríacas em Deir Ezzor e as famílias cristãs deixaram a cidade por causa do agravamento dos confrontos entre o exército regular e as forças da oposição. A Igreja ortodoxa síria afirma que suas igrejas foram atingidas em todas as províncias: Harasta, Arbin, Zabadani, Deraa, Aleppo, Damasco e Raqqa. (PA) (Agência Fides 19/4/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network