http://www.fides.org

News

2013-03-11

ÁFRICA/NIGÉRIA - “Boko Haram já está dividido em diversos grupos, como o Ansaru” afirma Dom Kaigama

Abuja (Agência Fides) - “Não existe uma entidade chamada Boko Haram, mas uma série de grupos que utilizam esta sigla e que já estão fragmentados”, diz à Agência Fides Dom Ignatius Ayau Kaigama, Arcebispo de Jos e Presidente da Conferência Episcopal da Nigéria, onde 7 cidadãos estrangeiros (de nacionalidades libanesa, britânica, grega e italiana), sequestrados em fevereiro pelo grupo Ansaru, foram mortos.
“Ansaru é um destes e é especialista em sequestros e infelizmente, assassinatos, de cidadãos estrangeiros”, diz Dom Kaigama. “Outro grupo, por sua vez, lançou um apelo ao cessar fogo em troca de uma anistia por seus membros (veja Fides 29/1/2013), mas foi isolado pelos outros que estão sob a mesma sigla” continua o Arcebispo. “A questão está mais complicada do que antes. Boko Haram, como corpo unificado e organizado, não existe mais e a multiplicação de grupos que utilizam a sigla Boko Haram está complicando o problema porque estes grupos parecem obedecer lógicas e mandantes diferentes”.
Segundo várias fontes, alguns nigerianos membros de grupos jihaidistas que atuam no norte de Mali afirmam pertencer ao Boko Haram.
“Isto não me surpreende”, diz Dom Kaigama. “Com efeito, Boko Haram não é mais um problema local, mas uma questão que diz respeito a vários países africanos e também de fora. Recordemo-nos que nos Camarões, recentemente foram sequestrados alguns cidadãos franceses que depois foram transferidos para a Nigéria. Estes grupos criminosos estão se difundindo em várias áreas limítrofes na Nigéria”.
“Para enfrentar o problema, é preciso fazer um esforço coordenado entre as autoridades nigerianas e as dos países africanos envolvidos”, conclui o Arcebispo. (L.M.) (Agência Fides 11/3/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network