http://www.fides.org

Asia

2013-02-21

ÁSIA/SÍRIA - Novas tragédias em Damasco. Boatos de um projeto de atentado contra o Núncio

Damasco (Agência Fides) – O núncio vaticano na Síria, Dom Mario Zenari, ainda está abalado pelas notícias e imagens dos atentados que atingiram esta manhã o centro de Damasco, a partir da Praça al-Shahbandar, onde, além da sede geral do Baath, estão também sedes dos ministérios da Economia e da Educação, e logo além, a sede do Banco central. “É uma carnificina. Corpos carbonizados e despedaçados, pedaços de carne... bombeiros estão apagando as chamas” - conta um representante pontifício à Agência Fides. As explosões balançaram os muros e os vidros da Nunciatura. Ante a enésima tragédia, o Arcebispo Zenari confirma as impressões expressas nas recentes declarações: “Continuamos a caminhar sobre os mortos. Em Damasco, quando andamos nas ruas, é fácil encontrar lugares nos quais está derramado sangue humano inocente: civis, mulheres, crianças. O número de 70 mil vítimas do conflito é ainda mais impressionante ao imaginarmos como estas pessoas morreram. Não morrem em suas camas, não morrem de eutanásia. Seus corpos são despedaçados e por vezes é difícil reunir os pedaços para realizar um enterro”. Segundo o Núncio Zenari, “a comunidade internacional, diante do sacrifício do povo sírio, continua a desempenhar o papel de Pôncio Pilatos”, enquanto o único caminho para deter a escalada de morte e de destruição é “obrigar os antagonistas a uma saída negociada e pacífica do conflito”. O Núncio Zenari se diz surpreso dos boatos – republicados pela Agência "Alef" – sobre um possível atentado contra ele, projetado por militares e pela inteligência síria em represália contra seus recentes pronunciamentos sobre o conflito: “Não sei qual credibilidade atribuir a estes rumores. Normalmente, quem projeta um atentado não anuncia na imprensa suas intenções. Meus apelos são consequência dos sofrimentos causados à população síria pelo conflito. Sofrimentos que se perpetuam na indiferença de boa parte da comunidade internacional”. Segundo os boatos, publicados por vários blogs sírios, o projeto criminoso visava atingir o núncio em suas locomoções em automóvel. Dom Zenari convida também a evitar pânico sobre notícias que dizem respeito à condição dos cristãos, destaca o Representante pontifício, que nesta situação trágica sofrem com todos os outros. (GV) Agência Fides 21/2/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network