ÁSIA/SÍRIA - Os refugiados sírios armênios em Nagorno-Karabakh: o Azerbaijão protesta

Quarta, 6 Fevereiro 2013

Yerevan (Agência Fides) - Alta tensão entre Armênia e Azerbaijão pela questão do território disputado em Nagorno-Karabakh, enclave controlado pela Armênia em terras azeras, dopo da guerra terminada em 1994. Dois soldados azeros foram mortos ontem no enclave por um franco-atirador armênio, segundo denunciado pelo ministério da defesa do Azerbaijão. Teme-se uma nova escalada do conflito, ligada à questão do posicionamento dos refugiados armênios sírios no território de Nagorno-Karabakh.
Segundo dados do governo central, cerca de 6.000 armênios sírios chegaram à Armênia depois do início da violência na Síria. Cerca de 100 famílias sírias armênias foram colocadas em territórios controlados pela Armênia em território azero e o sentimento nacionalista parece ser um fator determinante nas aspirações de recolocação destes refugiados. O Ministro do Exterior azero protestou oficialmente, expressando "grave preocupação", notando que na Armênia existem muitos lugares onde é possível hospedar refugiados e que isto pode representar uma tentativa de alterar o equilíbrio demográfico na província disputada.
O Arcebispo armênio católico de Aleppo, Boutros Marayati, comenta à Fides: “A questão de Nagorno Karabakh é uma questão entre Armênia e Azerbaijão. Gostaria que os refugiados sírios não fossem implicados neste conflito. Sabemos que algumas famílias armênias sírias retornaram à Armênia, aonde possuem casas e têm filhos que estudam na Universidade. Estas famílias se transferiram a Yerevan, capital da Armênia, onde sei que foi aberta também uma pequena escola para os filhos das famílias provenientes da Síria. Não temos notícias diretas de famílias que tenham ido a Nagorno Karabach. A maior parte dos armênios de Aleppo vive aqui, nas difíceis condições em que vivem todos. Por outro lado, dizem que é difícil deixar a cidade: não há aviões, o aeroporto está fechado, e locomover-se em automóvel é perigoso”. (PA) (Agência Fides 6/2/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network