http://www.fides.org

Africa

2013-02-05

ÁFRICA/TANZÂNIA - “Ataques contra expoentes religiosas em Zanzibar são crimes comuns”, afirmam autoridades

Dodoma (Agência Fides) - “Atos de crime comum e não violência de matriz religiosa contra líderes religiosos na ilha de Zanzibar”: é o que afirmou o Vice-Ministro de Assuntos Internos, Sr. Pereira Silima, em comunicação à Assembleia Nacional da Tanzânia.
Segundo informa a Agência CISA de Nairóbi, os resultados preliminares do inquérito policial, como afirma o Vice-Ministro, indicam que os ataques contra expoentes religiosos cristãos e muçulmanos são obra de delinquentes comuns que agiram como base em “motivações criminosas e pessoais”.
Recentemente, em Zanzibar, Sheikh Fadhili Soraga, Secretário do Mufti, ficou gravemente ferido depois de ter sido atacado por jatos de ácido lançados por um grupo de pessoas, enquanto um sacerdote católico, Padre Ambrose Mkenda, foi agredido a tiros por desconhecidos no dia de Natal (veja Fides 3/1/2013).
O Vice-Ministro Silima disse que a polícia em Zanzibar está procurando outros indagados envolvidos nos dois ataques e referiu que por enquanto, cinco pessoas foram presas: três por cumplicidade no ataque com ácido contra Sheikh Soraga, e duas em relação ao ferimento de pe. Mkenda. (L.M.) (Agência Fides 5/2/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network