ÁSIA/PAQUISTÃO - No Ano da Fé, os cristãos estão mais unidos para construir uma sociedade pacífica e solidária

Sexta, 1 Fevereiro 2013

Lahore (Agência Fides) – Os líderes das quatro Igrejas cristãs oficialmente reconhecidas no Paquistão (Igreja católica, Igreja Presbiteriana, Exército da Salvação, Igreja anglicana do Paquistão), aprovaram uma declaração conjunta em que se comprometem em trabalhar juntos na proclamação do Reino de Deus; a concentrar-se “nas coisas que unem, evitando as que dividem”; a continuar a se encontrar e rezar juntos nas ocasiões litúrgicas mais importantes; a promover manifestações com objetivos e metas comuns. Como informado à Agência Fides por pe. Francis Nadeem, OFM Cap, Coordenador do “Conselho para o diálogo inter-religioso” e do “Comitê de Solidariedade Ecumênica” de Lahore, trata-se de um autêntico “plano de ação para a unidade”. O frade explica à Fides: “Se, como cristãos no Paquistão, quisermos ser fortes e significativos, temos que permanecer unidos. A solidariedade ecumênica entre os cristãos do Paquistão contribui para a prosperidade, para o progresso e a paz na nação, mas reforça também a fé e a identidade de nossas comunidades”.
Pe. Nadeem acrescenta que a declaração comum é um dos frutos da recente Semana pela Unidade dos Cristãos, celebrada de 18 a 25 de janeiro passado. O frade agradece os líderes das Igrejas, sacerdotes, pastores, religiosas, seminaristas e fiéis que participaram de diversos encontros para reforçar as relações ecumênicas no país. Durante a Semana, organizada pelas quatro Igrejas oficialmente reconhecidas, a cada dia foi aprofundado um tema ligado ao “caminhar dos cristãos”, caracterizado pelo diálogo, a liberdade, a sequela de Cristo, solidariedade e tolerância.
Dentre os líderes que animaram a semana, o Administrador Apostólico de Lahore, Dom Sebastian Francis Shaw OFM, que afirmou que a solidariedade e o ecumenismo não são somente "o compromisso de uma semana durante o ano", mas "parte integrante da atividade das Igreja", que permanecem "unidos por uma só fé". O Bispo definiu o espírito ecumênico "essencial" para todo o Ano da Fé, declarado pelo Santo Padre Bento XVI, observando que "a solidariedade entre cristãos deve ser visível no Paquistão". Todos os líderes das Igreja reiteraram o compromisso de tornar conscientes as respectivas comunidades da importância da harmonia entre as Igrejas, recordando o conceito trinitário de "unidade na diversidade". (PA) (Agência Fides 1/2/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network