http://www.fides.org

America

2013-01-26

AMÉRICA/CUBA - Em Granma, o Governo restitui 2 escolas e um terreno à Igreja católica

Bayamo (Agência Fides) – As autoridades da província de Granma, no sudeste de Cuba, devolveram à Igreja Católica dois edifícios e um terreno, no âmbito da política do presidente Raul Castro que pretende restituir à Igreja os bens nacionalizados pelo regime revolucionário em 1961. Na época, de fato, passaram ao Estado 339 escolas católicas e as universidades católicas Villanueva e La Salle, em Havana. A medida tirou da Igreja sua principal fonte de renda, além da propriedade de algumas igrejas e capelas.
Um dos edifícios agora restituídos é a antiga escola "Colégio Divina Pastora" da cidade de Bayamo (700 km a sudeste de Havana), onde agora funciona a escola de ensino fundamental pública Manuel Ascunce, segundo referido à Agência Fides pela Igreja local. Trata-se de um gesto "totalmente positivo" que a Igreja acolhe "com o seu beneplácito", disse Dom Alvaro Julio Beyra Luarca, Bispo da diocese do Santíssimo Salvador de Bayamo y Manzanillo, em Granma.
Além da restituição dessas três propriedades, o governo provincial entregou à Igreja um terreno para construir um local de culto para as populações de Cauto Embarcadero e Rio Cauto, onde "hoje não existe qualquer assistência religiosa ou é muito escassa, justamente por causa da falta de infraestruturas", referiu Dom Beyra. Em Granma, o governo também restituiu à Igreja uma capela dedicada a S. Tarcísio na cidade de Manzanillo. Em 2012, o governo tinha restituído à Arquidiocese de Havana a capela da antiga Universidade Villanueva, muito deteriorada e necessitada de restauros.
"Ainda não falei com outros Bispos, não sei se houve outras restituições em outras dioceses, mas creio que se trate de uma decisão nacional, não local", disse Dom Beyra à imprensa. Padre José Felix Perez, Secretário-Executivo da Conferência dos Bispos de Cuba, referiu que alguns meses atrás o Escritório para os Assuntos Religiosos do Partido de Governo tinha comunicado à Igreja a vontade do governo de restituir alguns imóveis que haviam sido nacionalizados. (CE) (Agência Fides, 26/01/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network