AMÉRICA/COLÔMBIA - A vida das crianças em risco: minas antipessoais em 31 dos 32 departamentos

Segunda, 21 Janeiro 2013

Bogotá (Agência Fides) - Em 2012, na Colômbia, morreram 13 crianças e outras 52 ficaram feridas por causa das minas antipessoais. Segundo um documento do Programa Presidencial para a Ação Integral contra as Minas Antipessoais, em 2012 morreram 12 meninos e uma menina, entre os feridos estão 20 meninas e 32 meninos. Das estatísticas que vão de 1990 al 2012 resulta que os departamentos onde se registram o maior número de crianças e adolescentes vítimas deste flagelo são os de Antioquia, Cauca e Nariño, na fronteira com Equador. As últimas vítimas foram três crianças que, em 13 de janeiro, caíram num campo minado no município de Briceño. Um deles morreu, os outros dois foram levados para um hospital da cidade de Medellín pelos militares do Exército. Entre 1990 e 2012, na Colômbia, o número total das vítimas foi de 10.160, das quais 3.877 civis e 6.283 das forças públicas. O país latino-americano é o segundo no mundo, depois do Afeganistão, que mais possui minas antipessoais, que foram disseminadas em 31 dos 32 departamentos civis da Colômbia. (AP) (21/1/2013 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network