ÁFRICA/MALI - Agravam-se os combates entre o exército de Mali e os rebeldes

Sexta, 11 Janeiro 2013

Bamako (Agência Fides) – A cidade de Konna, 70 km da Mopti (Mali central), está no centro dos combates entre o exército de Mali e os rebeldes islâmicos que controlam o norte do país. “Segundo as últimas informações, os militares de Mali contra-atacaram hoje e reconquistaram Konna, e estão avançando rumo ao norte ocupado” – diz à Agência Fides pe. Edmond Dembele, Secretário-geral da Conferência Episcopal de Mali.
“Os combates prosseguiram durante o dia de ontem e se intensificaram hoje. Temos notícias sobre diversos mortos e feridos das duas partes. Inicialmente foi anunciado que o exército de Mali estava dominando os rebeldes. Em seguida, afirmou-se que a situação se era invertida e que os rebeldes haviam conquistado Konna. Enfim, hoje, o exército passou ao contra-ataque” – diz o sacerdote. “Os militares encontram-se diante, principalmente, de homens do MUJAO (Movimento pela Unicidade e a Jihad na África ocidental) e de Ansar Al Dine, apoiados por alguns pertencentes ao AQMI (Al Qaida nel Maghreb Islamico) e por nigerianos de Boko Haram. Todos os componentes islâmicos se uniram no combate”.
Ainda ontem, 10 de janeiro, realizaram-se, de modo pacífico, em Bamako, manifestações convocadas por partidos que apóiam os militares golpistas, pedindo a renúncia do Presidente Dioncounda Traoré. “Participaram das manifestações centenas de pessoas que se expressaram contrárias à intervenção militar estrangeira para reconquistar o norte, afirmando que o exército maliano pode fazê-lo sem ajudas externas” – conclui pe. Dembele. (L.M.) (Agência Fides 11/1/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network