ÁFRICA/REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA - ONU lança um apelo e prol de negociações construtivas

Sábado, 5 Janeiro 2013

Bangui (Agência Fides) - Com uma declaração aprovada em 4 de janeiro, o Conselho de Segurança da ONU convidou o Governo da República Centro-Africana e os rebeldes da coalizão Seleka para sentarem-se à mesa de negociações em boa fé e sem condições prévias. As negociações devem ter início em 8 de janeiro na capital do Gabão, Libreville, sob os auspícios da Comunidade de Estados da África Central (CEEAC).
Os rebeldes tinham colocado como condição prévia às negociações a renúncia do presidente François Bozizé. Uma delegação de Seleka está sendo esperada em Libreville.
O avanço dos rebeldes foi detido a 160 km da capital Bangui. A situação na cidade continua tensa também por causa do aparecimento de milícias de "autodefesa" que improvisam postos de controle ao longo das ruas da cidade, agredindo e roubando os motoristas. Alguns muçulmanos centro-africanos que vivem na capital dizem que foram acusados de apoiar a rebelião. A grande maioria dos muçulmanos da África Central (cerca de 15% da população) vive no norte do país, de onde vem os rebeldes. (L.M.) (Agência Fides 5/1/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network