http://www.fides.org

Asia

2012-12-12

ÁSIA/FILIPINAS - Lei sobre a saúde reprodutiva: os Bispos pedem aos políticos para que respeitem o direito à vida

Cebu (Agência Fides) - "A verdade deve ser a base da lei", o país precisa de uma normativa "para afirmar e proteger a verdade sobre a dignidade da pessoa humana, criada à imagem de Deus, a santidade da família, célula da sociedade que também a nossa Constituição reconhece como fundamento da nação": É o que afirma uma carta aberta que os bispos filipinos endereçaram hoje, 12 de dezembro, aos membros do parlamento das Filipinas, por ocasião da votação sobre a "Lei para a Saúde Reprodutiva", que chegou ao voto decisivo no Congresso. A carta, assinada por Dom José Palma, Arcebispo de Cebu e Presidente da Conferência Episcopal, enviada à Agência Fides, convida os membros do Congresso a "respeitarem o direito à vida, o direito das pessoas casadas de fundar uma família segundo suas convicções religiosas e morais, e serem os primeiros educadores de seus filhos".
Os Bispos notam que no processo de aprovação de medidas legislativas, “não é a lei dos mais forte que deve prevalecer, mas a verdade, que deve estar na base do direito”. Os Bispos continuam citando o Papa Bento XVI, afirmando que não pode haver um “comportamento arbitrário por parte do Estado”, impondo a sua moral. Uma lei em um campo eticamente sensível como esta “deve ser vivida como algo de realmente compartilhado por todos”. Se os cidadãos se rebelaram, é porque ela “não é vista como expressão de justiça, mas um produto do despotismo”. A Lei sobre a Saúde reprodutiva deve, portanto, ser repudiada, porque “as Filipinas precisam de uma lei que una, e não que divida”.
Dom José Palma invoca a intercessão especial de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira do movimento pró-vida católico, “cuja festividade é celebrada justamente hoje”, para que os legisladores “possam deixar-se orientar pelo Espírito Santo”, convidando-os, em meio a todas as vozes que tentam lhes influenciar”, a “não ter medo” e a “obedecer a Deus e não ao homem”. (PA) (Agência Fides 12/12/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network