AMÉRICA/MÉXICO - Aumenta a violência na área de Coahuila; o Bispo invoca um pacto para detê-la e solicita a aplicação da justiça

Terça, 11 Dezembro 2012

Coahuila (Agência Fides) - O Bispo da diocese de Saltillo, Dom José Raul Vera Lopez, pediu um pacto para que cesse definitivamente a violência da criminalidade organizada em Coahuila e em todo o México. Pediu também ao Presidente Enrique Peña Nieto que aplique com mais rigor a justiça e apóie as disposições do Governo nesta crise de insegurança, que cresceu com a mudança de governo.
Somente no último fim de semana, foram cometidos 14 homicídios na área, como o de um empresário do setor da exploração minerária que foi também torturado. Desde 2011, a Comissão Nacional dos Direitos Humanos no México (CNDH), a Secretaria Federal do Trabalho, junto com Dom Vera López e os outros três últimos Governadores da região, têm lançado alertas de que as forças do tráfico estão se infiltrando na atividade explorativa de Coahuila. Segundo dados obtidos pela Fides, a violência está em aumento: 145 mortes “oficiais” nos últimos seis anos, nas minas de Coahuila.
“O pacto deve ser definitivo – disse Dom Vera Lopez, falando à imprensa local. Gostaria de pedir ao novo regime que reforce a administração da justiça, o que o velho regime não fez profundamente. A causa está no fato de que não se consegue remover a corrupção do estado mexicano. É preciso prender elevar a juízo todos os que, dentro do estado, corromperam estruturas e deixaram impunes os atos de violência”.
A nota enviada à Agência Fides traz outras palavras do Bispo: “O estado mexicano deve assumir suas responsabilidades. Coahuila certamente não pode resolver sozinha seus problemas, deve fazê-lo com toda a estrutura federal. Devem ser aplicados controles, todos devem assumir suas responsabilidades”. O Bispo também comentou a crescente onda de execuções em Coahuila, determinada pelo desejo de demonstrar quem realmente detém o poder no território, agora com as novas mudanças de governo. “As pessoas que estão fazendo isso saibam que existe um Deus que vai julgar todos” - concluiu Dom Vera Lopez. (CE) (Agência Fides, 11/12/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network