ÁFRICA/RDC - Duzentos mil crianças em risco nos conflitos armados em Goma

Terça, 4 Dezembro 2012

Kinshasa (Agência Fides) – Nas duas províncias congolesas de Kivu existem mais de 1 milhão e 600 mil desalojados (IDPs). A recente ocupação dos rebeldes do M23 à cidade oriental de Goma, de onde já se retiraram, despertou grande preocupação pelas consequências humanitárias nesta região já tão castigada por conflitos armados, deslocamentos e ataques a civis. Segundo informações apuradas pela Agência Fides, uma das principais preocupações das agências humanitárias na região são os 60 mil residentes do campo de refugiados de Kanyarucinya, a norte de Goma, que é um dos cinco da cidade, com cerca de 95 mil habitantes. O Internal Displacement Monitoring Centre (IDMC) e o Norwegian Refugee Council (NRC) lançaram o alarme para as crianças desalojadas que correm risco de estupros, abusos e recrutamentos forçados. Os pequenos deslocados, de modo especial os meninos de Kivu do Norte, são particularmente sujeitos ao recrutamento de diversos grupos armados. Segundo a ONG World Vision, os menores em situação de risco em Goma são cerca de 200 mil. (AP) (4/12/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network