ÁSIA/CHINA - Ajudar os doentes e combater a Aids é um compromisso permanente do Escritório da Jinde Charities

Sexta, 30 Novembro 2012

Shi Jia Zhuang (Agência Fides) – Combater a AIDS, ajudar os doentes e contagiados pela AIDS é um compromisso permanente do Escritório de prevenção e combate à AIDS da Jinde Charities, entidade de caridade católica chinesa de He Bei. Segundo informa Faith à Agência Fides, em vista do Dia Mundial de Combate à AIDS, 1º de dezembro, as religiosas do Escritório levaram recentemente ajudas econômicas para o aquecimento de 40 famílias com doentes ou contagiados pela AIDS. Com a contribuição oferecida pela "Igreja do Bom Pastor" e da Fundação São Paulo de Hong Kong, Escritório da Jinde Charities oferece há anos esta ajuda às pessoas que sofrem devido à AIDS. No final de outubro, realizou-se um curso destinado às mulheres contagiadas pela AIDS, que lhes apresentou os cuidados e formas de prevenção do contágio: 20 doentes e contagiadas, provenientes de 17 aldeias, acompanharam durante 10 dias aulas de médicos e especialistas. A irmã do Escritório da Jinde Charities convidou a “não perder a confiança e a esperança, enfrentando a doença com atitude positiva”.
Há anos, a Igreja católica chinesa, liderada pelo Escritório de Prevenção e Combate à AIDS da Jinde Charities, se dedica com todos os meios a combater a doença no continente. Nestes anos, criou uma rede de atividades com cursos (destinados a casais, noivos, jovens universitários, trabalhadores imigrados, etc.), encontros (com entidades semelhantes, autoridades, enfermos, agentes pastorais, voluntários católicos, etc.), manifestações públicas (em paróquias, dioceses ou comunidades eclesiais de base, em colaboração com as autoridades locais), ao lado da coordenação da obra de apoio aos doentes, em clínicas especializadas. Desde 2006, até o fim de 2010, participaram da formação oferecida pelo Escritório 10.050 pessoas. Dentre elas, 500 eram doentes de AIDS ou órfãos. De 2007 até hoje, o centro de Sha He, do Escritório Jinde Charities ofereceu ajuda a 48 famílias de 40 aldeias, 175 pessoas e 52 órfãos de Aids.
O Escritório da Jinde Charities nasceu oficialmente, com sede própria, em março de 2006, mas as religiosas e os voluntários católicos já haviam iniciado sua obra muito tempo antes. De 2006 a 2007, intensificaram o trabalho para enfrentar a discriminação social dos doentes de AIDS, oferecendo consultoria psicológica e médica, formação e informações sobre a prevenção. De 2007 a 2008, começaram também a ajudar os doentes a tornar-se auto-suficientes seja do ponto de vista econômico como moral. (NZ) (Agência Fides 2012/11/30)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network