ÁSIA/PAQUISTÃO - Concluído o processo contra Rimsha: expectativa para o veredicto

Quarta, 14 Novembro 2012

Islamabad (Agência Fides) – O Paquistão aguarda com ansiedade o veredicto final no caso de Rimsha Masih, a jovem cristã, com deficiência mental, acusada de blasfêmia e libertada após pagamento de fiança porque as provas contra ela eram falsas. A Alta Corte de Islamabad realizou hoje a última audiência da fase de debates, recebendo um relatório escrito com os argumentos conclusivos das duas partes em causa. A defesa de Rimsha pediu a anulação da denúncia ("First Information Report") e portanto "a plena absolvição porque o fato não é verdadeiro", reiterando que a jovem foi "enganada" pelo imã Khalid Jadoon Chishti, que já foi declarado culpado com base em três testemunhos. A acusação defende que o certificado médico apresentado pela jovem (que certifica sua deficiência mental) era falso e tentou refutar as acusações contra o imã Chishti, apresentando três testemunhas. O juiz da Corte, Iqbal Hamid Khan, acolheu as deposições das partes e se apartou para decidir. Como confirma a Fides o advogado de Rimsha, o católico Tahir Naveed Chaudry, a sentença é aguardada em breve, nos próximos dias.
Pe. Emmanuel Yousaf, Presidente da "Comissão Justiça e Paz" da Conferência Episcopal do Paquistão, presente no tribunal, conta a Fides: "A defesa de Rimsha apresentou argumentações sólidas. Esperamos e rezamos por sua absolvição. Estamos confiantes de que este trágico caso se conclua da melhor maneira possível e que serva de lição para toda a nação, sobre como tratar os falsos casos de blasfêmia". (PA) (Agência Fides 14/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network